google-site-verification=0JYI1d-d14OpUVr1E6zaPhdaSX5FEgFGg3ThSj-5cGc

Como modernizar a educação sem perder a essência?

Mudar realmente é necessário???

Nesse mundo de hoje, sobretudo no meio educacional, muito se fala em mudança, no uso de novas tecnologias, em pensar fora da caixa, em deixar o aluno ser o protagonista da educação. Se diz que a escola está obsoleta, que o modelo tradicional não cabe mais nesse mundo moderno... E por aí vai...

Mas será que toda essa mudança seria realmente necessária?

Qual educação era melhor? A de ontem ou a de hoje?

Há escolas extremamente tradicionais que vão muito bem, obrigada. E é justamente sua filosofia tradicional que as mantém vivas e respeitadas.

Mas também há escolas modernas que também já encontraram o seu lugar no mercado.

Mas a pressão é grande.

O que fazer então?

Penso que não podemos ser tão radicais.

Conversando com educadores, donos de escolas, professores e coordenadores, senti uma preocupação muito grande em se promover mudanças, modernizar o ensino. Mas como mudar radicalmente, sem perder a essência, sem perder os alunos?

Penso que a mudança deve ser gradativa porque a questão é mais didática do que estrutural.

Existem várias linhas, várias filosofias pedagógicas e não cabe a mim julgar a melhor ou a pior. Não acho que haja melhor ou pior, realmente. Acredito sim, que são diferentes, mas independente da linha pedagógica que a escola siga, há também uma metodologia de ensino, um planejamento com objetivos e estratégias.

Se uma escola, que fez seu nome adotando uma determinada linha, mudar radicalmente para uma outra linha, certamente os pais e os alunos vão sentir a diferença. Até porque, ensino é continuidade. Uma mudança muito radical vai gerar desconforto, apreensão e insegurança. Além do risco da perda de alunos.

É preciso que esteja bem claro, pra todos o que a escola deseja de seus alunos e como fará para que seus objetivos sejam alcançados.

Uma escola pode se modernizar mesmo adotando uma linha pedagógica tradicional.

Vamos parar pra pensar... Quantas escolas que conhecemos existem há vinte, trinta, quarenta anos e estão aí até hoje, lotadas de alunos? E quantas nasceram implantando uma filosofia moderna e já fecharam suas portas?

E quantas conseguiram firmar seu nome no mercado, sejam modernas ou tradicionais, simplesmente porque deram continuidade e foram claras, objetivas e transparentes em relação ao que era cobrado de seus alunos?

A chave está aí! Proposta clara, objetivos definidos, continuidade e funcionários que possam traduzir a filosofia da escola.

De nada adianta uma escola se intitular tradicional, construtivista, progressista, psicolinguísta e etc... Se os professores não entenderem o que isso significa e não ensinarem de acordo com a linha proposta.

Muitas escolas seguem o que os pais pedem, o que os pais querem. Sofrem a pressão e sucumbem às exigências. Mas o que os pais querem, no fundo, é que seu filho aprenda e esteja apto a competir no mercado com os melhores. Que a escola o forme para o mundo. Só que muitas vezes o pai não é educador, mas foi pra escola em algum momento da vida, então, lógico que vai cobrar baseado naquilo que conhece, ou seja, na educação que teve.

Mas se a escola souber expor a sua linha pedagógica com clareza e toda a sua equipe, pedagógica e administrativa, agir de acordo com essa linha, nada será perdido. A escola se firmará no mercado, os pais entenderão e até defenderão a instituição se estiverem satisfeitos com a aprendizagem do filho.

O que não dá é pra escola ficar testando linhas pedagógicas a cada ano.

Escolas tradicionais podem manter a sua filosofia, mas pra caber no mundo moderno precisam apenas ajustar seus processos, sua didática. Mudar a abordagem com que o conteúdo é lançado e trabalhado com os os alunos. Estes, entendendo melhor o que é pra ser entendido, conseguem aprender de forma mais fácil e prazerosa.

Mas para que tudo isso aconteça é preciso estudo, qualificação para os educadores, empenho e muita dedicação de toda a equipe pedagógica.

O futuro está aí cheio de novidades, mas o passado ainda ecoa com sua experiência e sabedoria.

Que saibamos tirar o melhor de cada época e viver um presente cheio de experiências incríveis e cheias de propósito, pois o aluno de hoje será o agente transformador do mundo de amanhã.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square